Previsões Óscares 2018 (Actualizado a 01/10/17)

Que filmes devem ter debaixo de olho? As previsões dos Óscares 2018 estão de volta e trazem Christopher Nolan, Daniel Day-Lewis, Gary Oldman, Saoirse Ronan, Sally Hawkins, Frances McDormand, Willem Dafoe e Sam Rockwell.

Emmys Barba Por Fazer 2017

A 12 de Julho apresentámos os nossos nomeados, diferentes da Academia de Televisão, Artes e Ciências. Estes são os vencedores, num mundo paralelo onde Better Call Saul, Carrie Coon, Aden Young, Michael McKean e Master of None são reconhecidos.

TOP | Melhores Contratações da Liga NOS

Num defeso modesto, praticamente sem Porto, o Sporting foi quem melhor se movimentou. O Benfica perdeu jogadores-chave na defesa e reforçou-se bem.. no ataque.

TOP | Melhores Contratações da Premier League

O Barba Por Fazer ordenou as principais transferências do defeso inglês num campeonato que movimentou 1,6 mil milhões de euros.

Crítica: Dunkirk

Não é o melhor filme de Christopher Nolan, mas é o melhor desde os últimos óscares. Se só puderem ir ao cinema uma vez até ao fim de 2017, escolham a experiência que é ver Dunkirk.

27 de novembro de 2017

Dicas Fantasy Premier League - Jornada 14

Muita atenção, a jornada 14 da Premier League começa já amanhã e não apenas no próximo fim-de-semana como os mais distraídos poderão pensar. Numa semana em que não há Champions League, os clubes ingleses não páram e teremos portanto futebol da liga mais emotiva do planeta terça e quarta-feira.
    A proximidade relativamente à jornada 13 (disputada entre sexta-feira e domingo) pode originar alguma rotação por parte dos treinadores. Embora a procissão ainda vá no adro, o significativo desgaste a que vários craques vão ser sujeitos no mês de Dezembro pode levar a que os técnicos poupem algumas das peças mais importantes no Fantasy para muitos. Um luxo a que se podem dar sobretudo treinadores com soluções no banco e adversários teoricamente acessíveis (Guardiola e Conte são quem nos pode dar mais dissabores).
    A jornada do fim-de-semana ficou marcada por vitórias arrancadas a ferros dos rivais de Manchester, que ganharam assim pontos ao Tottenham (uma desilusão no empate a uma bola com o West Brom), Liverpool e Chelsea (reds e blues empataram 1-1 em Anfield). No período de compensação, o Arsenal derrotou o Burnley e subiu assim ao 4.º lugar. No mínimo curioso o facto de um Arsenal longe de impressionar estar nesta fase a apenas 4 pontos do segundo lugar.
    Nesta ronda não há nenhum super-jogo, mas há vários confrontos equilibrados. Aguardamos com expectativa a recepção do Watford de Marco Silva ao Manchester United de José Mourinho, o Everton-West Ham promete ser um encontro escaldante entre duas violentas desilusões, e o Leicester-Tottenham dificilmente será semelhante ao da época passada (vitória por 6-1 dos spurs, com um póker de Kane).
    Em termos de pontos na jornada 13, ninguém fez melhor do que o nosso bem conhecido Zeegelaar. O holandês ex-Sporting fez duas assistências, não sofreu qualquer golo e totalizou 14 pontos. Sterling, Charlie Austin (excelentes golos de cabeça), Tadic, Sánchez e Sakho foram outros dos destaques.
(Podem-se juntar à Liga Barba Por Fazer. As inscrições estarão abertas até à jornada 18. Código - 2093875-496478)


Nesta 14.ª jornada, podem-se destacar:


Álvaro Morata - Chelsea - 10.6
É inequívoco que Antonio Conte pode estragar a festa a muitos jogadores de Fantasy nesta jornada. Morata e Hazard são, em teoria, duas das opções mais apetecíveis - quase obrigatórias - para esta ronda, perfilando-se inclusive como fortes candidatos a envergar a braçadeira de capitão. Dar-se-á o italiano ao luxo de abdicar de algum dos dois elementos em melhor forma na equipa, e que tão brilhante sintonia começam a criar juntos?
    Caso Morata e Hazard vão a jogo, importa ter presente que o Chelsea recebe Swansea e Newcastle nas duas próximas jornadas. O calendário dos blues até 30 de Dezembro convida a uma intensa aposta, especialmente considerando o excelente momento de Hazard, e os números que Morata tem apresentado - o espanhol leva 8 golos e 4 assistências e, embora grande fatia desse registo tenha sido conseguida nas primeiras seis jornadas, o ex-Real Madrid pode disparar a sério nestas jornadas.

Alexis Sánchez - Arsenal - 11.8
Foi o jogador com mais pontos no Fantasy em 2016-17, e também por isso iniciou a temporada avaliado em 12.0. O chileno começa a embalar, marcou nos dois últimos golos e, embora seja mais do que certa a sua saída (em Janeiro a preço de saldo ou no Verão a custo zero), é inquestionável o compromisso de Alexis Sánchez pelo clube sempre que está em campo.
Chegando a Janeiro, Sánchez e Özil tornar-se-ão alvos preferenciais para muitos clubes de topo, até porque ao contrário de Coutinho por exemplo, podem ser reforços também para a Champions. Para já, Sánchez é um diferencial. Pode fazer um bom jogo com o Huddersfield, mas Salah ou Hazard são prioritários. 


Pascal Groß - Brighton - 6.0
De jogadores assim todos gostamos. O alemão Groß fecha por esta altura o Top-10 de jogadores com mais pontos nesta edição do Fantasy. Jogadas trezes jornadas, é curioso ainda verificar que os nove jogadores acima pertencem a Liverpool (1), Manchester City (4), Chelsea (2), Manchester United (1) e Tottenham (1). Tudo clubes grandes. Com mais pontos do que Lukaku, Richarlison ou Eriksen, Groß promete ser uma dor de cabeça para o Crystal Palace. Por 6.0, não se arranja melhor. Não será chocante se terminar a época com double digits em golos e assistências.

Roberto Firmino - Liverpool - 8.5
Naturalmente, a escolha número 1 do Liverpool tem que ser o rei Mo Salah. Não obstante, as inesperadas poupanças de Klopp contra o Chelsea, podem significar uma noite complicada para o Stoke. Com Sadio Mané e Roberto Firmino frescos (Firmino não entrou, Mané só pisou o relvado aos 89 minutos), a defesa do Stoke enfrentará dificuldades acrescidas.
    Pensando exclusivamente nesta jornada, Roberto Firmino pode ser uma opção interessante. No entanto, o incrível reforço que é Lallana acabará por começar a interferir no onze. Salah e Coutinho têm nesta fase, à parte de quaisquer questões físicas, lugar cativo; mas juntando esses dois a Mané, Firmino e Lallana, um ou dois terão que ficar de fora em cada jogo.


Gabriel Jesus - Manchester City - 10.5
Lançado a partir do banco contra o Huddersfield, é bastante provável que Gabriel Jesus seja titular diante do Southampton nesta quarta-feira às 20 horas. Quer jogue sozinho, quer jogue em parelha com Agüero, o brasileiro pode ser um dos destaques da jornada.
    Lukaku já esteve bem melhor, Morata e Kane parecem ser as prioridades nesta altura entre o lote de avançados, mas há sempre que considerar os avançados do City - Agüero é lider na posição com 75 pontos, e Jesus tem 66. O argentino marcou 9 golos, o brasileiro 8.
    Mais do que qualquer outro treinador, Guardiola pode danificar muitos Fantasys a meio da semana. Esta época o técnico espanhol tem procurado rodar menos a equipa, preservando rotinas e um tronco titular, mas é provável que um ou dois entre habituais titulares como De Bruyne, Silva, Sterling ou Sané dêem lugar a outros elementos.



Outras Opções:
- Guarda-Redes: Ben Foster, Ederson, Petr Cech, Thibaut Courtois e Asmir Begovic.
- Defesas: César AzpilicuetaShkodran MustafiCharlie Daniels, Marcos Alonso, Lewis Dunk, Kyle Walker, Shane Duffy, Ben Mee 
- Médios: Eden HazardMohamed SalahLeroy SanéRicharlison, Sadio ManéWilfried Zaha, Riyad Mahrez, Son Heung-Min, Gylfi Sigurdsson.
- Avançados: Harry Kane, Kun Agüero, Alexandre Lacazette, Callum Wilson, Glenn Murray, Jay Rodriguez, Andy Carroll.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11 (3-5-2): Foster; Azpilicueta, Mustafi, Daniels; Groß, Richarlison, Salah, Sané, Hazard; Morata, G. Jesus

Atenção a (Clássico; Diferencial):
Brighton v Crystal Palace - Pascal Groß; Lewis Dunk
Leicester City v Tottenham - Harry Kane; Jamie Vardy
Watford v Manchester United - Richarlison; Paul Pogba
West Brom v Newcastle - Ben Foster; Jay Rodriguez
Arsenal v Huddersfield - Alexis Sánchez; Shkodran Mustafi
Bournemouth v Burnley - Callum Wilson; Charlie Daniels
Chelsea v Swansea - Álvaro Morata; Eden Hazard
Everton v West Ham - Gylfi Sigurdsson; Andy Carroll
Manchester City v Southampton - Gabriel Jesus; Leroy Sané
Stoke v Liverpool - Mohamed Salah; Roberto Firmino

23 de novembro de 2017

Dicas Fantasy Premier League - Jornada 13

Quem pára este Manchester City? Provavelmente ninguém. Com 34 pontos em 36 possíveis - e porque não acrescentar que na Champions a equipa de Guardiola tem 15 em 15 -, os citizens seguem imparáveis na liderança da Premier League, bem distantes da luta taco-a-taco entre United, Chelsea, Tottenham, Liverpool, Arsenal... e Burnley.
    Mais, se olharmos para o calendário do City saltam à vista dois jogos mais complicados até ao final do ano: deslocação a Old Trafford na jornada 16 e recepção ao Tottenham na 18. Mas honestamente, mesmo esses jogos parecem estar ao alcance de uma super-equipa que respira saúde e confiança (e é fácil prever que só lá para Fevereiro a equipa esteja em ponto-rebuçado).
    Depois de uma ronda em que o Arsenal nos surpreendeu e venceu de forma clara, e cheia de personalidade, o grande rival Tottenham, o jogo cabeça-de-cartaz desta jornada 13 coloca frente-a-frente Liverpool e Chelsea. Nesta fase, o Chelsea é mais equipa (sobretudo, um conjunto mais equilibrado), e Hazard e Morata estão on fire. No entanto, já se sabe como funciona o Liverpool de Klopp nos jogos grandes. O peso está todo no rendimento do quarteto Salah, Coutinho, Mané e Firmino no ataque, com especial atenção para Salah, um dos melhores jogadores desta edição da BPL até agora e um ex-Chelsea, desperdiçado no clube londrino.
     City, Manchester United, Tottenham são favoritos nos seus jogos, reunindo maior curiosidade o Burnley-Arsenal. Os gunners vêm de uma vitória moralizadora, mas convém recordar que o Burnley defende como poucos (só United e City sofreram menos), tem os mesmos pontos de Arsenal e Liverpool, e já defrontou Chelsea, Tottenham e Liverpool - não perdeu com nenhum -, claudicando apenas frente ao líder Man City.
    Antes de partirmos para esta jornada, que arranca já amanhã, sexta-feira, terminando domingo ao fim da tarde, um lembrete de que Eden Hazard (18 pontos) foi o destaque máximo do passado fim-de-semana. Callum Wilson, Salah, Marcos Alonso, Mustafi, Will Hughes, Coutinho e Pogba estiveram em grande também.
(Podem-se juntar à Liga Barba Por Fazer. As inscrições estarão abertas até à jornada 18. Código - 2093875-496478)


Nesta 13.ª jornada, podem-se destacar:

Eden Hazard - Chelsea - 10.6
Jogada de antecipação. Adquirir Hazard em vésperas de um Liverpool-Chelsea talvez não seja a ideia mais apelativa para alguns, mas começa a ficar evidente que o belga está a voltar a ganhar estatuto de elemento obrigatório. Depois do jogo em Anfield, os blues entram num ciclo irresistível até chegarmos a 2018. Altura, aliás, para ter em simultâneo Hazard e Morata. Relativamente ao belga, que poderá fazer estragos perante uma defesa do Liverpool pouco fiável, basta vermos a "fome" que tem apresentado e os excelentes números entre campeonato e Champions.

Paul Pogba - Manchester United - 8.0
Pode-se dizer: há um Manchester United com Pogba e outro sem ele. Depois de uma temporada decente em Inglaterra após a sua transferência da Juventus para Old Trafford, o médio francês impressiona esta época. Pogba jogou apenas 429 minutos nesta Premier, mas nesses 5 jogos (nem a isso chega) marcou 3 golos e fez 4 assistências. Com ele, o United marcou 16 golos e sofreu 3.

Callum Wilson - Bournemouth - 6.0
Bons tempos quando no começo de 2015/ 16 arrancou a época em grande, um período interrompido por uma lesão que chegou no pior momento. O avançado inglês, agora com Defoe como um role model perfeito para ele por perto, destruiu o Huddersfield com um hat-trick na goleada dos cherries por 4-0. Uma deslocação ao País de Gales para defrontar o Swansea pode permitir o prolongar da veia goleadora.

Harry Kane - Tottenham - 12.8
Como não falar dele? Harry Kane é apenas o 4.º avançado com mais pontos (Morata, Lukaku e Agüero têm mais), mas numa jornada apenas isso pode facilmente mudar. O ponta de lança britânico voltou a meio gás diante do Arsenal, já afinou a pontaria em Dortmund, e tem agora pela frente um WBA que lhe poderá permitir aumentar a sua marca. Convém recordar que, até falhar o Manchester United-Tottenham por lesão, Kane levava 8 golos nos 6 jogos anteriores.

Ruben Loftus-Cheek - Crystal Palace - 4.5
Para aqueles que consideram fundamental um ataque forte (entre os 3 avançados, ter Kane+Morata, Kane+Agüero, Kane+Lukaku, Morata+Lukaku, etc.) ter um médio muito barato é obrigatório. Cork mostrou na última ronda que pode compensar, mas Loftus-Cheek, sobretudo enquadrado neste Palace carregado por Zaha, tem futebol para ter melhores números no Fantasy. Surpreendente o número de dribles que faz por jogo, um dos mais fortes nesse capítulo esta temporada. Só Hazard acima dele.



Outras Opções:
- Guarda-Redes: David De Gea, Hugo Lloris, Asmir Begovic e Ederson.
- Defesas: Jan VertonghenMamadou SakhoCharlie Daniels, Antonio Valencia, Kyle Walker, 
- Médios: Leroy SanéMohamed SalahChristian Eriksen, Kevin De Bruyne, David SilvaWilfried Zaha, Riyad Mahrez, Richarlison, Dele Alli.
- Avançados: Romelu Lukaku, Álvaro Morata, Jamie Vardy, Manolo Gabbiadini, Gabriel Jesus.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11 (3-4-3): De Gea; Sakho, Vertonghen, Daniels; Eriksen, Salah, Zaha, Sané; Kane, Lukaku, Wilson

Atenção a (Clássico; Diferencial):
West Ham v Leicester City - Riyad Mahrez, Jamie Vardy
Crystal Palace v Stoke - Wilfried Zaha; Mamadou Sakho
Manchester United v Brighton - Romelu Lukaku; Paul Pogba
Newcastle v Watford - Richarlison; Matt Ritchie
Tottenham v West Brom - Harry Kane; Son Heung-Min
Swansea v Bournemouth - Callum Wilson; Asmir Begovic
Liverpool v Chelsea - Mohamed Salah; Eden Hazard
Southampton v Everton - Manolo Gabbiadini; Wayne Rooney
Burnley v Arsenal - Alexis Sánchez; Mesut Özil
Huddersfield v Manchester City - Leroy Sané; Gabriel Jesus

16 de novembro de 2017

Dicas Fantasy Premier League - Jornada 12

Bem, é desta que as selecções nos deixam em paz e não há mais pausas. Até dia 31 de Dezembro, 10 (dez!) jornadas de Premier League. Em sete fins-de-semana. Boa sorte com essas pernas maratonistas.
    O desenho da moldura final das equipas que integrarão o Mundial 2018 terá feito vários irlandeses (da República da Irlanda e Irlanda do Norte) regressar aos treinos nas suas equipas com a moral um pouco em baixo. Em sentido inverso, o dinamarquês (Super-exibição com um hat-trick no Irlanda 1-5 Dinamarca) ganhou um boost de confiança que pode mudar as suas próximas semanas.
    Por falar em Eriksen, os spurs abrem logo esta jornada 12 num sempre escaldante Arsenal-Tottenham. Os grandes rivais do Norte de Londres encontram-se numa altura em que a equipa de Wenger está em 6º lugar. Com pouca garra demonstrada nas onze jornadas disputadas até à data, apostamos que o visitante Tottenham pode sair a rir do derby local. Afinal, Eriksen estará nas nuvens e Harry Kane não foi chamado aos jogos de Inglaterra para poder descansar, não forçar nada, e estar em perfeitas condições para defrontar o Arsenal.
    O primeiro jogo é mesmo o mais interessante desta 12.ª jornada, embora também haja um Leicester - Manchester City (1.º lugar de 2015-16 contra o 1.º lugar de 2017-18?) que colocará algumas interrogações à equipa de Guardiola, que terá que retomar o chip interno depois de vários dias com os seus craques afastados uns dos outros.
     Depois de perder o comboio do primeiro lugar, o Manchester United (apenas uma vitória nos últimos 4 jogos de Premier League) tem em Old Trafford diante do Newcastle a oportunidade de entrar de novo numa trajectória ascendente. Até à passagem de ano, o calendário dos red devils é bom, tendo uma deslocação ao reduto do Arsenal e uma recepção ao rival City pelo meio e em jornadas consecutivas.
    Também nesta jornada, Moyes estreia-se no banco do West Ham em casa de Marco Silva, e o Burnley pode continuar a ser a equipa-sensação da prova (discutível, porém, face ao bom desempenho de Brighton, Watford e Huddersfield).
    Recuando à ronda anterior, Salah e Steve Cook foram reis com 15 pontos. Shaqiri, Azpilicueta, Baines, Malone, Son Heung-Min e Mané também estiveram bem.
(Podem-se juntar à Liga Barba Por Fazer. As inscrições estarão abertas até à jornada 18. Código - 2093875-496478)


Nesta 12.ª jornada, podem-se destacar:
Kevin De Bruyne - Manchester City - 10.1
Tanto na antevisão da Premier League 16-17 como nesta edição apontámos sempre De Bruyne como potencial MVP da época. Desta vez, e até ver, é o melhor jogador da época. O belga joga, faz jogar, assiste como ninguém e embora pise terrenos mais recuados, acreditamos que irá melhorar os seus números a nível de golos. Ah, e o jogador que sente mais prazer numa assistência do que quando marca um golo demonstra no discurso o bom aluno que é de Guardiola (Ver aqui).

Wilfried Zaha - Crystal Palace - 6.8
O Everton está um caco, e Zaha é especialista em deixar as defesas adversárias em cacos. A ideia de jogo do Palace terá que passar forçosamente por confiar a bola ao elemento com maior fantasia e qualidade técnica. Por 6.8, tem que começar a ser equacionado para 4.º do vosso plantel.

Romelu Lukaku - Manchester United - 11.5
A fonte de golos de Lukaku secou e nas últimas quatro jornadas o gigante belga não marcou qualquer golo na Premier League. O melhor nesta fase - bom calendário do United a médio-prazo - é apostar na defesa da equipa de Mourinho, mas os red devils jogam para a sua referência, e os golos de Lukaku deverão aparecer em breve. Nas próximas jornadas: Newcastle e Brighton, ambos em casa.

Charlie Daniels - Bournemouth - 4.8
Não há muito a dizer. O calendário do Bournemouth é bastante simpático nas próximas 5 jornadas (até 9 de Dezembro) e uma ou outra clean sheet acabarão por aparecer, atendendo ao facto dos cherries terem pela frente ataques tímidos. E, já agora, lembram-se daquele golaço de Daniels ao City na terceira jornada? O homem sabe o que fazer quando se aventura.

Christian Eriksen - Tottenham - 9.7
Ponham-se no lugar dele. Christian Eriksen acabou de garantir, praticamente sozinho (convém recordar que o dinamarquês de 25 anos já carregara a equipa durante toda a fase de grupos da qualificação), um lugar para o seu país no Mundial 2018. Um hat-trick numa noite perfeita em Dublin. O que se segue na vida dele? Um derby. Cuidado Arsenal, o homem está em brasa.




Outras Opções:
- Guarda-Redes: David De Gea, Nick Pope e Matt Ryan.
- Defesas: Ben Mee, Antonio Valencia, Steve Cook, John Stones, César Azpilicueta, Lewis Dunk.
- Médios: Mohamed Salah, Leroy Sané, Richarlison, Eden Hazard, Pascal Groß, Anthony Knockaert, David Silva, Philippe Coutinho, Dele Alli.
- Avançados: Harry Kane, Gabriel Jesus, Álvaro Morata, Chris Wood, Wayne Rooney, Glenn Murray, Chicharito.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11 (3-4-3): De Gea; Valencia, Mee, Daniels; Eriksen, Zaha, Salah, Richarlison; Lukaku, Morata, Murray

Atenção a (Clássico; Diferencial):
Arsenal v Tottenham - Harry Kane; Christian Eriksen
Bournemouth v Huddersfield - Charlie Daniels; Steve Cook
Burnley v Swansea - Ben Mee; Stephen Ward
Crystal Palace v Everton - Wilfried Zaha; Wayne Rooney
Leicester City v Manchester City - Kun Agüero; Kevin De Bruyne
Liverpool v Southampton - Mohamed Salah; Philippe Coutinho
West Brom v Chelsea - Álvaro Morata; Eden Hazard
Manchester United v Newcastle - Romelu Lukaku; David De Gea
Watford v West Ham - Richarlison; Chicharito
Brighton v Stoke - Pascal Groß; Anthony Knockaert

2 de novembro de 2017

Dicas Fantasy Premier League - Jornada 11

Londres contra Manchester. Na última jornada antes da derradeira pausa de 2017 para compromissos das selecções (incluindo os emocionantes play-offs de acesso ao Mundial) há jogos do outro mundo na Premier League. Os rivais Manchester City e Manchester United defrontam respectivamente Arsenal e Chelsea. Os citizens - melhor arranque de sempre de uma equipa na Premier - recebem os gunners, enquanto que Mourinho viaja até Stamford Bridge, tendo pela frente uma equipa que foi dominada pela Roma a meio da semana.
    O próximo Domingo é por isso um dia recheado de bom futebol (Tottenham e Everton também têm os seus jogos nesse dia), deixando para Sábado o West Ham-Liverpool como principal ponto de interesse.
    Crystal Palace, Bournemouth, Everton, Swansea e West Ham quererão nesta jornada melhorar a sua situação no fundo da tabela. E se no City-Arsenal nos atrevemos a dizer que há uma probabilidade de 90% da equipa de Guardiola sair vitoriosa (só uma super-equipa vence 4-2 em Nápoles), o mais equilibrado Chelsea-United pode gerar maior proximidade entre blues e red devils, actualmente separados por 4 pontos. Uma coisa é certa: caso Agüero, De Bruyne, Silva, Sané e companhia derrotem Wenger, Conte e Mourinho verão as suas equipas entrar em campo às 16:30 de Domingo a 12 e 8 pontos do líder.
    Viajando até à última jornada, marcada pelo golo solitário de Martial a decidir um United-Tottenham que sentiu a ausência de Harry Kane, o "senhor pontos" da ronda foi Kolasinac. O ex-Schalke, captado a custo zero pelos londrinos, totalizou 14 pts. De resto, Fernandinho, Sané (uma vez mais), Milner, Hazard, Fuchs e Fletcher foram igualmente destaques.
(Podem-se juntar à Liga Barba Por Fazer. As inscrições estarão abertas até à jornada 18. Código - 2093875-496478)


Nesta 11.ª jornada, podem-se destacar:

Leroy Sané - Manchester City - 8.7
     Não dá para não falar dele. O prodígio alemão, jogador para marcar claramente a próxima década (assusta pensar quanto crescerá com Guardiola nos próximos anos), já leva 6 golos e 5 assistências em dez jornadas. Quer isto dizer que só Kane, Agüero, Sterling e Lukaku têm mais golos do que Sané; e só De Bruyne, Silva e Mahrez têm mais assistências.
    Mais, da jornada 4 para cá o registo do miúdo formado no Schalke 04, que "nasceu" para o futebol quando lançado no corredor direito no Santiago Bernabéu, é verdadeiramente impressionante. A sequência é a seguinte: 13-1-16-3-10-12-12. Em sete jornadas Sané fez 10 ou mais pontos em cinco.
    Começou avaliado em 8.5 e nesta fase já subiu (embora não muito, se considerarmos tratar-se do jogador com mais pontos em 10 jornadas, com 8 pontos de vantagem sobre Kane), mas o que realmente chama a atenção são os cerca de 20% de utilizadores que o têm. Um número significativamente baixo para um jogador com tamanho rendimento.


Wayne Rooney - Everton - 7.3
    O Everton está doente, e a cura demora a aparecer. Depois de um defeso que muito prometia (apontámos os toffees ao sexto lugar da Premier League na nossa antevisão), com muito dinheiro canalizado para reforços bastante interessantes, ao fim de dez jornadas o cenário é dantesco - 18.º lugar com apenas 8 pontos.
    No meio da tempestade, o regresso a casa do filho pródigo Wayne Rooney tem sido um dos poucos pontos positivos. O melhor marcador da História do Manchester United e da Selecção inglesa nunca fez ainda mais do que 1 golo por jogo, mas já marcou a Stoke, Manchester City, Brighton e Arsenal.
    Contra o Watford, o jogo espera-se bastante complicado, e Richarlison será uma valente dor de cabeça para a defesa de Liverpool. Porém, Gomes está longe de ser um porto seguro e a defesa de Marco Silva é claramente o sector mais fraco da equipa. Permeável, mesmo, com mais golos sofridos do que qualquer outra equipa do Top-13 (contribuiu muito para isso a goleada imposta pelo City).
    Não nos atrevemos a arriscar numa vitória do Everton, mas acreditamos que Rooney estará em evidência e surgirá na ficha de jogo na partida que encerra a jornada 11.


Demarai Gray - Leicester City - 5.3
    Talento puro. Com 21 anos o extremo que o Leicester contratou ao Birmingham bem cedo pode tornar-se um caso sério ao longo desta época. Embora se fale que Puel (a passagem no Southampton não justificou esta aposta do Leicester, mas é inegável que esteve bem noutros clubes no passado) quer Ben Arfa em Janeiro, até lá cabe a Gray confundir o técnico recém-chegado.
    Vardy está em forma, Mahrez tem estado na origem de vários golos, e Iheanacho ainda há-de incorporar este ataque quando estiver adaptado aos colegas e embalar a nível de desempenho. No entanto, se o Stoke-Leicester mostrou algo foi a imprevisibilidade que ter Demarai Gray acrescenta ao jogo dos foxes. Contra o Everton, a aposta recaiu em reforçar o corredor esquerdo com Fuchs e Chilwell (só aos 83' entrou Albrighton), conseguindo com isto ampliar a capacidade de Mahrez e Gray flutuarem entre o corredor direito e o apoio a Vardy.
    Não sabemos se a ideia é para continuar, mas Gray promete ser um quebra-cabeças para a defesa do Stoke, composta por bons defesas embora algo "duros de rins".
    Para já, é jogador para ter na watchlist. Mas por 5.3 merece certamente a vossa atenção ao longo das próximas jornadas.


Glenn Murray - Brighton - 5.7
    Em 2016-17 foram 23 golos. Vinte e três golos que ajudaram o Brighton a atingir o primeiro escalão. Curiosamente no Championship ficaram à frente do veterano Murray 3 elementos mais jovens - Chris Wood, entretanto contratado pelo Burnley, Gayle que até ver está bem longe de apresentar o nível que exibiu na liga secundária, e Abraham, agora no Swansea e na altura ao serviço do Bristol City.
    Tammy Abraham tem mais golos do que Glenn Murray - 4 contra 3 -, mas o avançado do Brighton é um dos jogadores em destaque nas últimas rondas, tendo marcado esses três tentos nas últimas duas jornadas, diante de West Ham e Southampton.
    O calendário do Brighton é relativamente simpático a curto-prazo, com jogos contra Swansea, Stoke e Crystal Palace no espaço das próximas quatro jornadas, e um avançado que tem Groß nas costas está sempre sujeito a marcar em qualquer jogo.
    Custa 5.7 e por isso é nesta fase um dos possíveis candidatos a ocupar a vaga de "avançado barato".


Dele Alli - Tottenham - 9.3
    Na antevisão do Tottenham-Real Madrid, o sábio Pochettino disse que Dele Alli, como o Inverno, estava a chegar. E não se enganou. Na portentosa exibição dos spurs na recepção ao bicampeão europeu Real Madrid, Alli foi um dos destaques com um bis.
    Já qualificados para a fase a eliminar da Champions, os londrinos viram-se agora para a Premier League, motivadíssimos (pode existir o risco de surgirem "na lua", mas o facto de Kane não ter marcado ao Real é logo um dos indícios de que o ataque do Tottenham continuará esfomeado).
    Kane (que luxo poder gerir a sua condição física, retirando-o cedo e com o resultado em 3-0 contra o Real) é a opção de topo deste Tottenham, e Eriksen embora venha de duas jornadas em branco não deixou de ser o 2.º médio da competição com mais pontos no Fantasy. Depois, Dele Alli como diferencial. O médio inglês de 21 anos não tem feito uma Premier por aí além (3 golos e duas assistências, até agora), mas convém não esquecer o seu histórico nas duas últimas temporadas: 18 golos e 11 assistências na época passada, 10 golos e 12 assistências na anterior.




Outras Opções:
- Guarda-Redes: Muita curiosidade para ver o duelo De Gea vs Courtois em Stamford Bridge. Recordamos que o guardião espanhol tem umas incríveis 8 clean sheets em 10 jogos (e é um activo difícil de resistir a partir da próxima ronda).
    Visto que o guardião em melhor forma tem uma deslocação bem complicada, Ederson (5.5) pode continuar a convencer os ingleses e Tite. O Arsenal representa perigo, e até pode num lance estragar um score amplo do City (3-1 ou 4-1, por exemplo), mas Ederson costuma gostar de jogos grandes.
    Entre os mortais, Rob Elliot, Forster e Lössl parecem-nos boas opções.

- Defesas: Na defesa, Otamendi e Walker levam vantagem entre as opções do quarteto defensivo da equipa em melhor forma, mas mais facilmente optaríamos por um defesa do Tottenham. Dos spurs Vertonghen e Trippier (se jogar ele, e não Aurier) parecem-nos boas hipóteses.
    Baixando um pouco o nível das equipas onde os atletas estão integrados, Christopher Schindler (4.6) coleccionará desarmes e alívios diante do WBA, no Southampton, Virgil van Dijk (5.4) surge para nós acima de Bertrand, e há ainda nomes como Lascelles ou Maguire.

- Médios: Para além de Sané, há como sempre Kevin De Bruyne (10.0) (todos se lembraram do nível e influência que apresentou no Chelsea-City!) e Silva surgirá mais fresco depois de não ter sido titular em Nápoles.
    Christian Eriksen (9.7), depois de duas jornadas em branco, terá que fazer algo nesta jornada para evitar ser trocado em muitas equipas, e Dele Alli (9.3), depois de Pochettino ter dito que, como o Inverno, ele estava a caminho, chegou, para mal do Real Madrid. Para além de elementos como Gray, Mahrez, Richarlison (fora costuma render mais), Ritchie, Boufal e Groß, acreditamos que Mohamed Salah (9.2) fará o que não fez contra o Huddersfield. Mas, Klopp, não o ponhas a marcar penalties.

- Avançados: Pode até não dar o que estamos todos à espera, mas admiramos a coragem de quem não entregar a braçadeira de capitão a Harry Kane (12.6) diante do Crystal Palace.
    Depois de Agüero ter sido o avançado titular do City em Itália fica no ar como ponto de interrogação se jogará o argentino ou Gabriel Jesus (ou ambos) diante do Arsenal. Lukaku e Morata serão fortemente vigiados, Rooney e Vardy podem aumentar o seu número de golos marcados esta temporada, e há ainda Manolo Gabbiadini (6.6) e Abraham.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11 (3-4-3): Elliot; van Dijk, Schindler, Vertonghen; Sané, Eriksen, Salah, Richarlison; Kane, Agüero, Abraham

Atenção a (Clássico; Diferencial):
Stoke v Leicester City - Jamie Vardy; Demarai Gray
Huddersfield v West Brom - Christopher Schindler; Aaron Mooy
Newcastle v Bournemouth - Matt Ritchie; Jamaal Lascelles
Southampton v Burnley - Manolo Gabbiadini; Virgil van Dijk
Swansea v Brighton - Pascal Groß; Glenn Murray
West Ham v Liverpool - Mohamed Salah; Chicharito
Tottenham v Crystal Palace - Harry Kane; Dele Alli
Manchester City v Arsenal - Leroy Sané; Kevin De Bruyne
Chelsea v Manchester United - Álvaro Morata; Eden Hazard
Everton v Watford - Richarlison; Wayne Rooney

26 de outubro de 2017

Dicas Fantasy Premier League - Jornada 10

Chegámos à dezena. E a coisa começa a compor-se: o Top-5 já é constituído em exclusivo por supostos candidatos ao título - destaque para Watford, Newcastle e Burnley, que ocupam os lugares entre os cinco primeiros classificados e o Liverpool (9.º lugar) -, o Manchester City continua sem perder e não dá sinais de vir a abrandar em breve, enquanto que o Manchester United depois de 19 pontos nos primeiros 21 em disputa, somou apenas 1 nos últimos 6, empatando em Liverpool e perdendo no terreno do apaixonante Huddersfield. Próximo teste: um Manchester United-Tottenham, equipas com 20 pontos e que querem reclamar o estatuto de equipa que dará mais luta ao City de Guardiola.
    Nesta jornada, o principal foco de interesse é então o jogo em Old Trafford. Os red devils perderam fogo, e poderão sofrer perante um Tottenham muitíssimo equilibrado, confiante e que não se amedrontará no teatro dos sonhos. Harry Kane bisou em 3 dos últimos 4 jogos da Premier League. Cuidado, Mourinho.
    Analisando a jornada anterior, que teve em Kane a sua principal figura (2 golos e uma assistência contra o Liverpool) e Otamendi, Murray, Özil, Stanislas, Batshuyai, Pedro e Ramsey outros destaques, é impossível não mencionar o Everton 2-5 Arsenal. A equipa de Wenger, que pela primeira vez colocou em campo em simultâneo Sánchez, Özil e Lacazette, goleou os toffees e despediu Koeman. Chocante arranque de época da equipa mais antiga da cidade de Liverpool, que com o plantel que tem (em Janeiro deve chegar um ponta de lança) está bem a tempo de subir sem parar na classificação, caso se encontre. Everton e Leicester já deram o murro na mesa, e o West Ham não deverá estar muito longe de o fazer, caso Bilic continue a revelar incapacidade para inverter a situação (a derrota caseira por 3-0 com o Brighton foi apenas mais um dos episódios de uma equipa muito abaixo do seu potencial. Servirá a vitória em Wembley contra o Tottenham para inverter a tendência?).
    Se nos debruçarmos sobre as tendências de compras e vendas no Fantasy, vemos que vários jogadores estão a desistir da dupla ofensiva do United, Lukaku e Mkhitaryan, e a trocar Gabriel Jesus por Agüero. Os citizens Sané e Otamendi, e os hornets Richarlison e Doucouré também têm sido contratados por muitos.
(Podem-se juntar à Liga Barba Por Fazer. As inscrições estarão abertas até à jornada 18. Código - 2093875-496478)


Nesta 10.ª jornada, podem-se destacar:

Mohamed Salah - Liverpool - 9.1
     O homem que teve um país às costas e não vacilou, qualificando o Egipto para o Mundial 2018, promete pontuar como deve ser nas próximas jornadas. O Liverpool recebe Huddersfield, Southampton e Chelsea nos próximos 4 jogos, tendo pelo meio uma visita ao terreno do West Ham. Se esta sequência será sinónimo de muitas vitórias para os reds, aí a conversa é outra, mas é indiscutível que o ataque é o ponto forte de Klopp e, com uma defesa atroz, Salah, Firmino e Coutinho entrarão em campo a saber que têm que marcar uns 2 ou 3 golos para garantir que a vitória não foge.
    O ex-Roma não tem sido propriamente um íman de Bónus - já marcou 5 golos e fez duas assistências - e teve apenas 4 pontos extra (1+3). No entanto, basta vê-lo em campo para perceber que os golos vão continuar a surgir. Salah pode dar um maior retorno do que Coutinho, pelo maior nº de vezes que surge na grande área, apostando o brasileiro na meia distância, na ausência de Mané é o principal alvo das bolas nas costas das defesas adversárias, e a confiança que apresenta, partindo para cima dos oponentes e representando uma ameaça constante, deve torná-lo um activo importante nas próximas rondas. Mas atenção, o Huddersfield defende bem, e vem de uma vitória contra o United.


Mesut Özil - Arsenal - 9.3
    Alexis Sánchez é a opção nº 1 do Arsenal. Sempre foi, e sempre será até rumar a outras paragens. O chileno, como ficou demonstrado na goleada por 5-2 imposta ao Everton, continua o mesmo terror desconcertante, criando e convertendo. Porém, com vários jogadores mais acessíveis em forma e a apresentarem uma maior regularidade, é difícil criar, para já, espaço para Alexis.
    O calendário dos gunners é complicado (depois da recepção ao Swansea, seguem-se City e o grande rival Tottenham), mas pelo menos para esta jornada, Özil pode ser uma opção. O mago alemão "acordou" em Goodison Park, e é notória a diferença qualitativa do futebol da equipa londrina quando tem o seu camisola 11 interessado em produzir, inspirado para desfazer rivais.
    Falamos de Özil por outro motivo. Tal como Sánchez deve partir em breve para outro destino (Man City?), faltando saber se essa mudança ocorre em Janeiro ou apenas no Verão, Özil é bem capaz de seguir o exemplo. Diz-se, aliás, que se reencontrará com Mourinho no Manchester United. Depois de Matic... Özil?


Pascal Groß - Brighton - 5.8
    No capítulo das assistências nesta edição da Premier League, Kevin De Bruyne e David Silva são reis. Cada um contabiliza 6 passes para golo. Não é surpresa, considerando não só a qualidade de último passe, visão de jogo e capacidade de definir do belga e do espanhol, e tendo presente que o Manchester City já leva 32 golos em 9 jornadas (mais 10 que o segundo melhor ataque, o rival United). Depois, há Mahrez, Mkhitaryan (que fez as suas 5 assistências nas primeiras três jornadas e depois fechou a torneira) e Ritchie. Logo depois, Pascal Groß.
    O médio alemão de 26 anos promete ser um dos achados da temporada. Ao serviço do Brighton, já leva 2 golos e 4 assistências, tendo assistido nas últimas duas jornadas. Nesta altura, os seus 48 pontos colocam-no acima de Dele Alli ou pouco abaixo de De Bruyne.
    Por 5.8 (e atenção, não demorará a chegar aos 6.0) podem garantir o médio que mais oportunidades de golo criou na última Bundesliga. Com Southampton, Swansea e Stoke nas próximas jornadas, o golo pode também voltar a aparecer.


Jan Vertonghen - Tottenham - 6.0
    Sim, numa jornada em que há Manchester United-Tottenham, colocamos aqui em discussão um defesa dos spurs. Atendendo ao registo de Mourinho em jogos grandes nos últimos anos e ao incrível momento da equipa de Pochettino (empatou no Santiago Bernabéu, já venceu o Dortmund, goleou o Liverpool por 4-1), ficaremos surpreendidos se o United vencer o jogo que abre esta jornada 10.
    O Tottenham tem uma identidade definida, um futebol de encher o olho, um dos pontas de lança em melhor forma em 2017-18 juntamente com Icardi, Immobile e Falcao, e pôde descansar precisamente Kane e também Eriksen a meio da semana, acabando no entanto eliminado pelo West Ham.
    Em Old Trafford, Mourinho pode voltar a apostar numa ideia super defensiva, mas os pupilos de Pochettino são nesta fase uma equipa mais forte e, caso o jogo saia do 0-0, é mais provável que seja o Tottenham a marcar. Neste arranque de temporada, Kane, Eriksen e Davies têm sido destaques no Fantasy, mas quem acompanha os jogos dos spurs tem sido brindado com incríveis desempenhos de Vertonghen no tridente defensivo. E para roubar o 2º lugar ao United será muito importante Vertonghen conseguir anular o compatriota Lukaku, jogador que entrará em campo consciente de que a sua tendência é desaparecer nos jogos contra equipas de topo.


Troy Deeney - Watford - 6.3
    Tão boa a flash interview e posterior entrevista em estúdio do capitão do Watford, Troy Deeney, sem papas na língua. O Watford de Marco Silva é à data a equipa-sensação da prova (tem nesse campo a companhia do Burnley e do trio de equipas recém-promovidas), tendo já encontrado nas primeiras 9 jornadas Liverpool, City, Arsenal e Chelsea. Boas notícias portanto, a tempestade vai acalmar.
    Stoke (casa), Everton (fora) e West Ham (casa) representam a oportunidade perfeita para que o Watford se aguente no Top-6. É verdade que Doucouré marca em cada vez que remata à baliza, e "O" jogador para se ter nesta fase é claramente Richarlison (que começo do craque brasileiro em Inglaterra).
    Ainda assim, e recomendando nós que coloquem Richarlison nos vossos plantéis (marcou ou assistiu nos últimos 4 jogos, e tem coleccionado oportunidades, exibindo tremenda frescura e movimentando-se com inteligência), Troy Deeney merece entrar para a watchlist. O portentoso avançado tem sido introduzido nas contas de Marco Silva aos poucos, mas as características dos próximos 3 adversários devem garantir-lhe presença no onze.




Outras Opções:
- Guarda-Redes: Bons duelos à distância que esta jornada reserva. Desde logo, De Gea vs Lloris. O espanhol sofreu até agora apenas 4 golos em 9 jornadas, enquanto que o guardião francês sofreu 6. Com United e Tottenham a defrontarem-se, Ederson (5.5) continua a ser a nossa escolha de topo. O ex-Benfica teve 4 clean sheets nos últimos 5 jogos, e este WBA marca pouco, e quando marca a tendência tem sido marcar apenas um.
    Numa escala menor, o grande duelo com opções que conjugam elevada probabilidade de não sofrer com potencial mínimo de 3 defesas é Nick Pope (4.5) contra Rob Elliot (4.2).

- Defesas: Entre defesas, quisemos reforçar o bom momento de Vertonghen e a sua importância concretamente nesta jornada (Lukaku cairá em cima de Davinson Sánchez, mas é fundamental que Vertonghen auxilie o jovem central; tarefa difícil terá também Alderweireld, que "apanhará" as diagonais de Rashford ou Martial), mas recomendamos primeiro Nacho Monreal (5.6). O defesa do Arsenal não é um craque mas marcou em duas das últimas três jornadas e esta época já teve pontos bónus por 4 ocasiões. Só perde para Otamendi e Valencia.
    O irlandês Stephen Ward (4.7) também atravessa um bom momento, tal como o patrão do Newcastle, Lascelles, e se o Crystal Palace for capaz de acalmar o ímpeto dos hammers depois de uma emocionante reviravolta diante do Tottenham, Mamadou Sakho (4.9) pode ter uns pontos engraçados.
    Qualquer um dos dois centrais do City, Otamendi e Stones, faz sentido ter. 

- Médios: Leroy Sané (8.6) e Kevin De Bruyne (10.0) são os citizens que colocamos na pole position. Falámos de Salah, mas há também Philippe Coutinho (9.0) como alternativa. E se os reds não forem capazes de "abrir" o jogo cedo, quanto mais recuado e com as linhas juntas estiver o Huddersfield, mais será Coutinho obrigado a recorrer à lei da bomba.
    Acima deixámos algumas palavras sobre Özil, mas reforçamos que Alexis Sánchez (11.8) é a opção número 1 dos gunners, e Richarlison (6.3) tem feito por merecer estar em todos os nossos plantéis. Bom preço, bom rendimento, bom calendário.
    Groß, Hazard, Eriksen, Zaha e Mahrez serão outros jogadores aos quais estaremos atentos. Particular atenção para Boufal, que deve ser titular depois daquele golaço em que fintou meio mundo, e para Ayew e Lanzini (peças fulcrais no Tottenham 2-3 West Ham).

- Avançados: É certo que é o United quem tem o factor casa, mas achamos mais improvável Harry Kane (12.7) terminar o jogo grande em branco do que Lukaku. Kun Aguero (11.7) e Alexandre Lacazette (10.3) parecem ter duas excelentes opções nesta jornada, sem esquecer Morata em casa do Bournemouth.
    Firmino, Glenn Murray e Vardy têm uma palavra a dizer.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11 (3-5-2): Elliot; Ward, Sakho, Monreal; Salah, Sánchez, De Bruyne, Richarlison, Groß; Agüero, Lacazette

Atenção a (Clássico; Diferencial):
Manchester United v Tottenham - Harry Kane; Jan Vertonghen
Arsenal v Swansea - Alexis Sánchez; Mesut Özil
Crystal Palace v West Ham - Wilfried Zaha; Chicharito
Liverpool v Huddersfield - Mohamed Salah; Roberto Firmino
Watford v Stoke - Richarlison; Troy Deeney
West Brom v Manchester City - Kun Agüero; Kevin De Bruyne
Bournemouth v Chelsea - Álvaro Morata; Eden Hazard
Brighton v Southampton - Pascal Groß; Glenn Murray
Leicester City v Everton - Jamie Vardy; Riyad Mahrez
Burnley v Newcastle - Stephen Ward; Jamal Lascelles

19 de outubro de 2017

Dicas Fantasy Premier League - Jornada 9

Nove, curioso número. Representativo desta jornada mas também do número de golos marcados no último Manchester City-Stoke, um festival com 7 golos dos citizens, agora líderes isolados da Premier League e equipa a praticar nesta altura (desculpa, Nápoles) o melhor futebol da Europa.
    Esta jornada traz um espectacular Tottenham-Liverpool, embate interessante a vários níveis. Os reds têm desapontado no campeonato (8.º lugar), mas vêm de uma vitória na Champions por 7-0, enquanto que o Tottenham está igualmente moralizado - um empate no Santiago Bernabéu, a passagem para os oitavos da Champions praticamente assegurada em prejuízo do Dortmund, faltando "só" abraçar Wembley como nova casa. E para isso muito poderá contribuir Harry Kane, inspirado em todos os palcos que pisa, faltando-lhe só marcar pelos spurs esta época na Premier League como visitado, tendo os seus 6 golos sido todos apontados fora de portas. Salah e Coutinho estão imparáveis, Kane e Eriksen também... a coisa promete.
    Numa análise mais breve do que o habitual, é impossível não falar do Manchester City. A equipa de Guardiola apresenta um domínio, consistência e uma frescura que impressionam e deixam qualquer adepto babado. A presença de jogadores como Bernardo Silva e Agüero no banco a meio da semana contra o Nápoles ajuda a vincar duas ideias: 1) este City tem um plantel profundo e que permitirá uma boa gestão a Pep, 2) quando chegarmos a Dezembro haverá uma maior rotação - embora se note a preocupação de Guardiola privilegiar um onze-base, corrigindo um erro seu em 2016-17 - o que acabará por prejudicar alguns de nós no Fantasy.
    Nesta jornada há ainda um Chelsea-Watford. Conseguirá Marco Silva manter o seu Watford, a equipa na História da Premier League que virou mais resultados de forma consecutiva após o minuto 90, no Top-4?
    Numa jornada (8) em que o City venceu por 7-2 não é surpresa que o jogador com mais pontos tenha sido um jogador de camisola azul celeste, Raheem Sterling (15). Abraham, Gabriel Jesus, Gabbiadini, Eriksen, Chadli, Cleverley e Hart também estiveram em destaque.
(Podem-se juntar à Liga Barba Por Fazer. As inscrições estarão abertas até à jornada 18. Código - 2093875-496478)


Nesta 9.ª jornada, podem-se destacar:

Raheem Sterling - Manchester City - 8.1
     A brincar, a brincar, Sterling só perde em golos na Premier League para Lukaku, o actual melhor marcador. O jovem inglês (22 anos, embora já o vejamos jogar há tanto tempo) tem 6 golos, os mesmos que Harry Kane, Morata, Agüero e Gabriel Jesus.
    A consistência em termos de rendimento/ Fantasy do ataque do City tem sido extraordinária. Com oito jornadas disputadas, Agüero mantém-se destacado como principal activo com 52 pontos (de notar que o argentino não esteve disponível nas últimas duas jornadas), mas seguem-se David Silva (51), Sterling (50), Sané e Jesus (47) e De Bruyne (46).
    O Burnley já pontuou em casa de Tottenham, Chelsea e Liverpool esta época, e noutro ano qualquer este City-Burnley seria um jogo de deixar qualquer adepto do City apreensivo (o que não deixa de acontecer). No entanto, Sean Dyche deve estar preocupado quando repara que nos últimos jogos em casa o City venceu o Liverpool por 5-0, o Crystal Palace por 5-0 e o Stoke por 7-2.
    A equipa está em forma, os cérebros De Bruyne e Silva devem continuar ligados, Jesus e/ ou Agüero devem continuar a fazer balançar as redes, e Sterling, quase invisível mas já com 6 golos e duas assistências, pode continuar a facturar sem dizer a ninguém.


Manolo Gabbiadini - Southampton - 6.6
    Três golos e apenas 28 pontos é uma marca bastante fraca para o ponta de lança italiano se tivermos presente o calendário bastante acessível do Southampton neste início de prova. Com 2 golos no empate a duas bolas na recepção ao Newcastle, Gabbiadini voltou a mostrar que pode perfeitamente ser o 3.º avançado dos nossos plantéis.
    Quem o tem, deve segurá-lo por mais três jornadas (WBA em casa, Brighton fora e Burnley em casa), mas depois disso inicia-se de meados de Novembro até final do ano uma sequência absolutamente aterradora para os saints de Pellegrino.
    A equipa do Sul de Inglaterra parece pouco ligada, mas Gabbiadini - podemos até dizer que este sim, merece o epíteto de Gabigol - é claramente o jogador que mais aproxima o Southampton do golo e pode ser ele a fazer a diferença diante do West Brom.


Mame Biram Diouf - Stoke City - 5.4
    Vá, nós admitimos, apeteceu-nos ser hipsters. Diouf está longe de ser uma escolha de topo numa fase em que Kane, Lukaku, Jesus, Agüero ou Morata têm todos mostrado estar em forma. No entanto, é precisamente pela necessidade de ter dois elementos desse lote de avançados que, numa equipa que esteja escalada para actuar em 3-4-3 e não em 3-5-2, Diouf pode ser um terceiro avançado bastante em conta.
    O avançado do Stoke, embora muitas vezes parta de terrenos longe das balizas adversárias, tem estado ultimamente ligado aos pequenos sucessos da equipa de Mark Hughes. Contra o Southampton, 1 golo. Contra o Manchester City, 1 golo e uma assistência.
    E o Stoke não defronta qualquer dos principais candidatos ao título nas próximas cinco jornadas. Continuará o ex-United a fazer das suas?


Antonio Valencia - Manchester United - 6.6
    Num registo actualizado e facilmente alterável de jornada para jornada, Valencia é antes da jornada 9 o segundo jogador do Fantasy 17-18 com mais pontos somados.
    Carote (6.6), o lateral equatoriano, que tem envergado a braçadeira de capitão dos red devils em vários jogos desta época, marcou um dos golaços desta edição e só por uma vez não teve clean sheet.
    Se há algo que estas oito jornadas nos ensinaram, é que é simplesmente obrigatório ter pelo menos um elemento defensivo do United (De Gea, um defesa, ou ambos). Na visita ao Huddersfield, a equipa de Mourinho pode somar o seu oitavo jogo sem golos sofridos em nove, e Valencia é o defesa que tem a titularidade 95% assegurada.
    Esta época ainda não fez qualquer assistência, mas já conseguiu amealhar 3 pontos de Bónus por duas vezes. Mas atenção, depois de Huddersfield, há duas jornadas muito difíceis para o Special One: Tottenham em Old Trafford e Chelsea em Stamford Bridge.


Dele Alli - Tottenham - 9.4
    O início de época só tem dado Eriksen (e Kane, já agora), e com franqueza ter o dinamarquês é aquilo que recomendamos como prioridade. No entanto, quem precisar de um diferencial tem em Dele Alli uma escolha interessante. Médios como Eriksen, Salah, Mkhitaryan e todos aqueles craques do City (Silva, Sterling, Sané e KDB) têm facilitado a vida e apresentado uma enorme consistência, mas o "aparecimento" in media res de Coutinho e Hazard já estará a baralhar algumas cabeças, e Dele Alli (18 golos e 11 assistências, 225 pontos em 2016-17) acabará mais tarde ou mais cedo por juntar-se às dúvidas de muitos jogadores.
    No espaço dos próximos 4 jogos dos spurs há Liverpool (casa), Manchester United (fora) e Arsenal (fora). Jogos difíceis claro, mas mais difícil ainda é pensar que Kane, Eriksen e Alli não farão algo nestes jogos grandes.


Outras Opções:
- Guarda-Redes: Ederson (5.5). Continuamos a bater na mesma tecla. O ex-Benfica é provavelmente o guardião da actualidade que oferece maior segurança aos seus colegas se estes cometerem uma grande penalidade. O guarda-redes brasileiro tem 1 clean sheet a cada 2 jogos, mas deverá melhorar este registo durante os próximos meses.
    David De Gea (5.6). No rival de Manchester, mora o melhor guarda-redes dos últimos anos em Inglaterra e alguém que poderá este ano bater recordes a nível de jogos sem sofrer golos. Em 8 jogos, sete clean sheets. Onde pára De Gea? Nesta jornada temos ainda expectativas para acompanhar os desempenhos de Butland, Forster e Lloris.

- Defesas: Entre defesas, já mencionámos Valencia, e o momento de forma e confiança do Watford faz-nos olhar com alguma desconfiança para os defesas do Chelsea, que noutra ocasião qualquer seriam escolhas tentadoras. É certo que o Crystal Palace pode surgir de cara lavada, renovado depois de derrotar o Chelsea e com o efeito-Zaha, mas Jamaal Lascelles (4.7) tem sido um verdadeiro patrão na defesa do Newcastle e assim pode continuar.
    Do City, continuamos a dar maior ênfase a Walker e Stones, e o menor fulgor ofensivo do West Bromwich nas últimas jornadas (o golo tem surgido, mas a equipa está um pouco presa e o encaixe no sistema do Southampton pode "amarrar" os dois conjuntos) permite-nos escolher Ryan Bertrand (5.5) como uma boa opção.

- Médios: Entre Sterling, David Silva (8.6), Kevin De Bruyne (10.0) e Sané, divirtam-se a escolher. Embora, atenção, Bernardo Silva pode perfeitamente ser lançado neste jogo a titular.
    Christian Eriksen (9.7) está na melhor forma da sua vida, Salah e Coutinho serão adversários de peso para uma defesa de Pochettino que só sofreu do Real Madrid de grande penalidade; Antonio, Mkhitaryan, Martial, Ritchie e Zaha podem também chamar a si os holofotes nesta jornada.
    Embora o Watford possa continuar em estado de graça, a verdade é que Eden Hazard (10.6) marcou dois golos à Roma a meio da semana e parece estar no ponto para começar a intrometer-se em vários plantéis. O problema? Quem sacrificar, e o preço do belga, mais caro do que qualquer um dos craques em forma.

- Avançados: Harry Kane (12.8) é caro, ainda não marcou em casa pelo Tottenham esta época na Premier League e defronta o Liverpool. Mas têm que o ter: não nos chocaria ver este Liverpool (ataque avassalador, mas defesa frágil) sofrer 2 golos de hurricane.
    Depois, Romelu Lukaku (11.8). O avançado belga, exemplar no conforto do compatriota Svilar, terá Schindler tão atento a si quanto esteve o miúdo Ruben Dias na Luz, mas o poderio do melhor marcador da Premier League pode fazer a diferença.
    Entre Gabriel Jesus e Agüero, veremos quem escolhe Guardiola; e a nível de avançados acessíveis a qualquer carteira, já falámos de Diouf e Gabbiadini, mas nesta altura Tammy Abraham (5.7) é o elemento que mais interessa ter. Três golos nos últimos três jogos para o miúdo de 20 anos, e o calendário deixa antever que o bom registo possa continuar.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11 (3-4-3): Butland; Valencia, Lascelles, Bertrand; De Bruyne, Silva, Eriksen, Ritchie; Gabriel Jesus, Kane, Abraham

Atenção a (Clássico; Diferencial):
West Ham v Brighton - Pascal Groß; Michail Antonio
Chelsea v Watford - Álvaro Morata; Eden Hazard
Huddersfield v Manchester United - Romelu Lukaku; Antonio Valencia
Manchester City v Burnley - Gabriel Jesus; Kevin De Bruyne
Newcastle v Crystal Palace - Matt Ritchie; Wilfried Zaha
Stoke v Bournemouth - Jack Butland; Mame Diouf
Swansea v Leicester City - Tammy Abraham; Riyad Mahrez
Southampton v West Brom - Manolo Gabbiadini; Ryan Bertrand
Everton v Arsenal - Wayne Rooney; Alexis Sánchez
Tottenham v Liverpool - Harry Kane; Mohamed Salah